Mesmo com atendimento especial, consórcio esclarece que maiores de 65 anos podem viajar apenas com documento oficial com foto

Para melhor atender os idosos com mais de 65 anos, que querem fazer o Cartão BUS+ Sênior, o Consórcio BUS+ passa a oferecer, a partir da próxima segunda-feira, pontos exclusivos de atendimento para esse público. Os pontos ficam na Rodoviária de Sumaré e no Terminal Metropolitano de Campinas.

Na Rodoviária de Sumaré, na Avenida Júlia Vasconcelos Bufarah, 50, o posto para os idosos funcionará no interior do local, das 8h às 17h.

Já no Terminal Metropolitano de Campinas, na Avenida Lix da Cunha, 101, o posto para os idosos funcionará dentro do Capes (Centro de Atendimento aos Passageiros Especiais) da Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU), que já funciona no local. O horário de atendimento também será das 8h às 17h.

“É importante esclarecer que os idosos com mais de 65 anos não precisam ter pressa em fazer seu Cartão BUS+ Sênior, já que a gratuidade no transporte para este público está garantida pela legislação federal”, afirma Paulo Barddal, diretor de Comunicação do Consórcio BUS+. Basta apresentar o documento de identidade ao motorista.

Como funciona o Cartão BUS+ Sênior

O Cartão BUS+ Sênior é concedido às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos e garante a gratuidade nas linhas metropolitanas na Região Metropolitana de Campinas (RMC).

O interessado em obter o benefício deve comparecer a um dos postos de credenciamento do Consórcio BUS+ com os seguintes documentos: original e cópia do CPF, original e cópia da Carteira de Identidade, original e cópia de um comprovante de endereço emitido recentemente.

De acordo com a legislação federal, o idoso com 65 anos ou mais tem o acesso gratuito ao apresentar o documento de identidade com fotografia ao motorista.

Mas o Consórcio BUS+, por uma questão de segurança para o próprio idoso (muitos têm problema de mobilidade reduzida), orienta que as pessoas com mais de 65 anos completos também façam o Cartão BUS+ Sênior. Dessa maneira, elas embarcam pela porta da frente, aos olhos do motorista, o que minimiza problemas como quedas acidentais nas escadas.

Consórcio Bus+ lança novo sistema de bilhetagem dia 24, segunda-feira; antigos bilhetes eletrônicos e passes de papel perdem validade a partir de 30 de setembro

O Consórcio Bus+, em conjunto com a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), lança na próxima segunda-feira, dia 24, o novo sistema de bilhetagem para a Região Metropolitana de Campinas (RMC). A partir de agora, os usuários do transporte metropolitano nas 20 cidades da região poderão se locomover nos ônibus desse modal utilizando apenas o Cartão Bus+.

“Hoje, cada concessionária tem o seu próprio bilhete eletrônico e também existe o uso do passe de papel. A partir de segunda, inicia-se a implantação de um cartão único para toda a RMC”, explica Paulo Barddal, diretor de Comunicação do Consórcio Bus+.

Com a nova família de Cartão Bus+, composta por cinco tipos de bilhetes eletrônicos – Vale-Transporte, Cidadão, Escolar, Sênior e Especial, os usuários terão a comodidade de, após a realização do cadastro em 18 pontos de atendimento espalhados pelas cidades da RMC, usar o mesmo cartão em todos os 371 veículos da frota. “O cronograma de implantação prevê que os atuais bilhetes e passes de papel nas modalidades Comum, Estudante, Sênior e Especial, sejam aceitos até o dia 30 de setembro. Os atuais Vale-Transporte terão validade até o dia 15 de novembro”, afirma Barddal.

O Consórcio Bus+ recomenda que os usuários do transporte metropolitano façam o cadastro o mais breve possível. “Os usuários dos cartões devem ir a um dos 18 pontos de atendimento e fazer o cadastro. As empresas que compram Vale-Transporte têm também a opção de fazer o cadastro de forma virtual no site www.busmais.com.br”, informa.

CONSÓRCIO BUS+

Consórcio BUS+ atende toda a Região Metropolitana de Campinas (RMC), onde tem um importante papel social e econômico, pois interliga os 20 municípios, por meio de uma malha de linhas metropolitanas. Presta um serviço de qualidade ao transportar a população que precisa se locomover entre estas cidades, por 145 linhas.

BUS+ é formado pelas empresas consorciadas Transportes Capellini, Expresso Metrópolis Transportes e Viagens, Transportadora Salamanca, Expresso Fênix Viação, Expresso Jota Jota e Auto Viação Campestre.

Mensalmente, a frota de 371 ônibus do BUS+ roda 3,4 milhões de quilômetros, distribuídos nas 130 mil viagens realizadas pelos corredores da RMC. Em média, o consórcio atende três milhões e duzentos mil passageiros por mês, dos quais cerca de 30% são gratuidades.

O Consórcio BUS+ atende toda a Região Metropolitana de Campinas (RMC), onde tem um importante papel social e econômico, pois interliga os 20 municípios, por meio de uma malha de linhas metropolitanas. Presta um serviço de qualidade ao transportar a população que precisa se locomover entre estas cidades, por 145 linhas.

O BUS+ é formado pelas empresas Transportes Capellini, Expresso Metrópolis Transportes e Viagens, Transportadora Salamanca, Expresso Fênix Viação, Expresso Jota Jota e Auto Viação Campestre.
Mensalmente, a frota de 418 ônibus do BUS+ roda 3,4 milhões de quilômetros, distribuídos nas 130 mil viagens realizadas pelos corredores da RMC. Em média, o consórcio atende três milhões e duzentos mil passageiros por mês, dos quais cerca de 30% são gratuidades.

As operadoras do consórcio possuem uma frota de veículos modernos, equipados com Wi-Fi e, nas linhas de maior demanda, ar-condicionado e tomadas USB para carregamento de aparelhos celulares, além de acessibilidade e tecnologia Euro 5, que reduz a emissão de gases poluentes na atmosfera.

Esses veículos são controlados nos mais diversos quesitos, entre eles, a segurança, o conforto e a proteção ao meio ambiente, por meio de um completo plano de manutenção, o que garante aos clientes viagens seguras e confortáveis.

Investimento beneficia 110 mil usuários de Hortolândia, Sumaré, Paulínia e Valinhos

O Consórcio Bus+ entregou hoje, com a presença do governador João Doria, do secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e do empresário Belarmino da Ascenção Marta, 50 ônibus novos, que atenderão os 110 mil passageiros que utilizam, diariamente, as linhas intermunicipais de Hortolândia, Sumaré, Paulínia e Valinhos. A cerimônia de entrega ocorreu junto com o evento de inauguração da Ponte Estaiada Esperança, em Hortolândia.

O lote de 50 veículos, que começam a circular amanhã, faz parte de um compromisso assumido pelo Consórcio Bus+, o de entregar até o final de agosto um total de 140 veículos novos. “Fizemos um investimento de R$ 60 milhões na renovação da frota, em tecnologia embarcada, rastreamento e monitoramento em tempo real, além de manutenção em terminais, estações de transferência e, em breve, no Centro de Controle Operacional (CCO)”, afirmou Belarmino Marta.

Os novos ônibus, modernos e confortáveis, são dotados de acessibilidade, wi-fi, ar-condicionado, tomadas de USB. “Com isso, essas pessoas que usam o transporte na RMC podem chegar e sair do trabalho em ônibus de qualidade, com conforto anatômico, acessibilidade”, disse Doria.

Do tipo convencional, os ônibus têm capacidade para transportar 76 passageiros cada (34 sentados e 42 em pé). Do ponto de vista ambiental, o seu motor diesel Euro V possui a tecnologia mais moderna e, portanto, emite menos poluentes na atmosfera.

Adquiridos pela Transportes Capellini, líder do Consórcio Bus+, os ônibus vão substituir parte da frota dos 323 coletivos que operam nas 123 linhas que interligam os quatro municípios. Isso representa 70% da demanda total da Região Metropolitana de Campinas (RMC).

“Renovar a frota dos ônibus metropolitanos está entre as medidas que adotamos para oferecer aos nossos passageiros comodidade, agilidade e eficiência. Em breve vamos entregar mais ônibus à população da região de Campinas”, pontuou Baldy.

Quando todos os 140 estiverem em operação, a idade média da frota intermunicipal na RMC baixará para 4,2 anos, conforme prevê o contrato de concessão.